X

CLIQUE E ENTRE JÁ
EM CONTATO CONOSCO!

11 4118-2797

comercial@

PARA CLIENTES:

CLIENTE

11 99909-7034

PARA QUEM
QUER SER CLIENTE:

NÃO
CLIENTE

11 96313-0569

Notícias

Compartilhe:
Dicas para o MEI que deseja pausar o negócio e sair de férias

Dicas para o MEI que deseja pausar o negócio e sair de férias

27/05/2022

Todo Microempreendedor Individual (MEI) costuma ser o principal responsável pelo seu negócio. Apesar de ter o direito de contratar um funcionário, a realidade é que o funcionamento normalmente depende do proprietário, que desempenha inúmeras funções, da operação à gestão.  Por isso, muitos empreendedores têm dificuldade de planejar as merecidas férias. Ninguém é de ferro, não é mesmo? A pausa é necessária para todos os profissionais, independentemente do porte da empresa. Isso tudo significa que o MEI precisa descansar sim!

Não estamos falando neste artigo apenas sobre a saúde do ser humano, mas também sobre a saúde do negócio, uma vez que, na prática, o profissional é o negócio. Com estresse, a produtividade cai e até as boas ideias podem se apagar com o passar dos anos. O que fazer? Confira algumas dicas de especialistas do Sebrae:

  1. Identifique quais períodos do seu negócio têm baixa demanda ao longo do ano. Planeje quando é o melhor período para fazer uma pausa e se organizar para sair de férias, sem causar uma frustração nas expectativas dos clientes.
  2. Fique atento quanto ao impacto da pausa nas finanças do negócio. O ideal é que cada empreendedor tenha uma pequena reserva para esses dias de descanso, pois, quando você para, o empreendimento deixa de ter entradas.
  3. Durante as férias, cuidado para não intensificar as saídas de recursos financeiros de forma descontrolada. Além da reserva financeira para cobrir os dias sem entradas, você precisa planejar exatamente o quanto pode gastar nas férias.
  4. Assim que decidir quanto ao período de férias, avise o cliente sobre as datas previstas para a parada e a retomada das atividades. Isso é importante para que ele não pense que o negócio está desativado ou acabou. Deixe claro que se trata de uma pausa curta para recarregar as energias e atendê-lo ainda melhor na volta.
  5. Todo empreendedor deve saber delegar as tarefas mesmo que seja um MEI ou tenha um pequeno negócio familiar. Se o MEI não tiver um funcionário para quem passar suas atribuições, uma alternativa é criar um ambiente onde o cliente consiga enviar as suas demandas (ex.: e-mail). Assim, ao retornar das férias, o empreendedor entra em contato para atendê-lo.
  6. É aconselhável que o MEI atue em um segmento com o qual tenha afinidade para que tenha um nível de estresse equilibrado. É mais fácil lidar com um negócio quando você consegue ter prazer e trabalhar ao mesmo tempo. É por isso que alguém que transformou um hobby em negócio geralmente tem mais chances de sucesso, porque terá menos estresse na condução do empreendimento. É o caso dos que gostam de cozinhar e abrem um restaurante ou dos que gostam de treinar e optam por dar aulas de ginástica.

Esperamos que tenha boas férias com essas dicas!

 

Fonte: Sebrae

Adaptado por: PLUS Contábil

Photo created by Domenico Loia on unsplah.com